História do Motor Home

BY IMPRENSA MOTOR TRAILER  18 DE MAIO DE 2018 1151 VIEWS

Impossível falar de Motor Home sem falar no campismo. Levar seu próprio abrigo para onde for é seu maior significado.

Até chegar na modalidade “life Style” turística, as atividades passaram por expedições militares e movimentos educacionais. Na guerra, era preciso pernoitar no desconhecido ao passar dias ou meses se deslocando nos territórios inimigos. Além das tendas e barracas, os veículos também fizeram parte desta história. Já em 1907 o pioneiro Robert Stephenson Smyth Baden-Powell criaria um sistema educacional intitulado de escotismo (ou escoteirismo) que levaria a filosofia de vida ao ar livre e trabalho em equipe. O jovem aprenderia naturalmente o altruísmo, responsabilidade, disciplina , respeito e fraternidade. As barracas até hoje são o símbolo de abrigo para o movimento que existe até hoje.

 

Ao passar dos anos, o movimento do TURISMO cresceu. No campismo, desenvolveu-se a necessidade de adaptar os confortos do lar em um veículo que pudesse oferecer transporte e acolhimento. No Brasil propriamente dito, o campismo nômade teve início na década de 1950 e o caravanismo (trailers e motor homes) na década seguinte, com as primeiras fábricas sendo instaladas e produzindo trailers. Segundo registros, a Trei-Lar, da antiga Brasinca foi a primeira fábrica de trailers.

 

VEÍCULOS DE RECREAÇÃO: Mundialmente a história se confunde bastante no real pioneirismo do que seriam os primeiros motor homes. O que se sabe é que atração animal foi a primeira modalidade, seguida do vapor até chegar no motor a combustão. Em 1886 o Dr. Gordon Stables R. N., escritor de contos infantis em Londres, projetou e mandou construir um veículo na Companhia de Vagões Bristol. O primeiro trailer ou caravana era tracionado por cavalos e possuía dois eixos distantes. Havia sala, cozinha, sofá, armários e era dividido internamente por cortinas.

1912, o primeiro Motor Home que se tem notícia, montado em chassi Ford T 1912

Após a vinda dos trens a vapor, também começaram as versões turísticas sobre trilhos e lá para 1912 a Inglaterra começaria a indústria trailista nos motores a combustão. Se espalharam pela Europa e hoje tem como maiores berços o próprio velho continente, América do Norte e Oceania. O Brasil, com sua extensão continental e clima tropical que alia diversos outros climas e ecossistemas, possui imenso potencial para a modalidade e tem este mercado em franco crescimento atualmente.

Após séculos de existência, a tecnologia está avançada nos motor homes que atualmente buscam leveza, agilidade e autossuficiência energética para explorar lugares cada vez mais longínquos e paradisíacos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *